This content is not available in your region

Doutoramento aos 102 anos

Access to the comments Comentários
De  Nelson Pereira
euronews_icons_loading
Doutoramento aos 102 anos

Ingeborg Syllm-Rapoport, uma judia alemã, recebeu o doutoramento com a idade de 102 anos.

A ilustre idosa decidiu defender agora a sua tese de doutoramento, pois em 1938, na Alemanha nazi, não pôde fazê-lo, por ser judia.

Durante a cerimónia, na universidade de Hamburgo, explicou que foi um gesto em nome de todas as vítimas de injustiças sob o regime nazi.

Syllm-Rapoport emigrou para os Estados Unidos em 1938, sem um diploma, que só conseguiu mais tarde em Filadélfia, onde trabalhou como pediatra. Mudou-se em 1952 com o marido para Berlim Oriental, onde trabalhou no departamento de neonatologia do Hospital Charité.