Governo palestiniano apresenta demissão

Governo palestiniano apresenta demissão
De  Rodrigo Barbosa com Lusa / AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O governo de união formado em 2014 para tentar ultrapassar as divergências entre o Hamas e a Fatah apresentou a demissão ao presidente da Autoridade

PUBLICIDADE

O governo de união formado em 2014 para tentar ultrapassar as divergências entre o Hamas e a Fatah apresentou a demissão ao presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas.

Na origem da queda do executivo está a crescente clivagem entre a Cisjordânia, governada pela formação laica de Abbas, e a Faixa de Gaza, controlada pelo movimento islâmico.

O porta-voz do governo palestiniano, Ihab Bseiso, diz que “o primeiro-ministro tinha pedido várias vezes nos últimos meses uma remodelação, sobretudo desde a guerra contra Israel na Faixa de Gaza, para responder às necessidades do povo”.

As consultas para formar um novo executivo devem começar de imediato e, em teoria, contar com todas as fações palestinianas, incluindo o Hamas. Mas o movimento islâmico rejeita a dissolução unilateral.

O porta-voz do Hamas, Fawzi Barhoum, afirma que “qualquer mudança, seja uma dissolução, demissão ou formação de um novo executivo, deve passar por um acordo nacional […] e deve ser debatida por todas as fações, porque é importante para todos os palestinianos e não apenas para a Fatah”.

Para além de enfraquecer as ambições de criar de um Estado palestiniano, a demissão tem um efeito negativo na já difícil situação humanitária em Gaza, profundamente marcada pela guerra do ano passado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Israel ataca acampamento no pátio de hospital

Israel confirma ter matado o "número três" do Hamas em ataque na Faixa de Gaza

UNRWA diz que Israel está a proibir entrada de ajuda humanitária no norte de Gaza