This content is not available in your region

Hong Kong veta pacote de reformas políticas de Pequim

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Hong Kong veta pacote de reformas políticas de Pequim

O Parlamento de Hong Kong reprovou o pacote de reformas políticas, proposto por Pequim, para a eleição do chefe do executivo do governo regional.

Um minuto antes da votação 30 deputados, pró-reforma, abandonaram o hemiciclo.

Apenas oito deputados pró-governo votarem a favor e 28 votaram contra, incluindo os 27 da ala pró-democrata.

A deputada Carrie Lam, que defendia a proposta, mostrou-se “triste e desapontada como o veto.” A parlamentar diz-se impossibilitada de “prever quando é que o desenvolvimento democrático de Hong Kong poderá avançar novamente.”

Após a votação, o grupo parlamentar pró-democrata manifestou-se desfraldando uma faixa e um guarda-chuva amarelo, símbolo da “revolução de guarda-chuvas”, surgido no ano passado, após as convulsões geradas com a proposta de Pequim.

“ O povo de Hong Kong não gostaria de assumir esse pacote democrático falso. Não queremos que os nossos votos sejam usados para legitimar um sistema de pré-veto “, assegura o deputado pró-democrata, Alan Leong.

A proposta de lei, apresentada por Pequim, previa que os habitantes da cidade pudessem escolher, livremente, o líder do executivo regional em 2017, contudo os 3 candidatos seriam, previamente escolhidos pelo governo central chinês.