Última hora
This content is not available in your region

Charleston: Dylann Roof formalmente acusado de homicídio

euronews_icons_loading
Charleston: Dylann Roof formalmente acusado de homicídio
Tamanho do texto Aa Aa

Dylann Roof, o jovem de 21 anos suspeito do homicídio de nove pessoas na quarta-feira numa igreja da comunidade negra de Charleston, na Carolina do Sul, foi formalmente acusado do crime.

Durante a audiência perante o juiz, a filha de uma das vítimas foi clara nas suas declarações:

“Nunca mais poderei tê-la nos meus braços, mas perdoo-te e desejo misericórdia para a tua alma.
Magoaste muita gente. Que Deus te perdoe, porque eu perdoo-te.”

O presidente Barack Obama condenou os “assassínios sem sentido” e apelou para um melhor enquadramento legal da venda de armas e ao combate ao racismo.

“Os motivos aparentes do atirador lembram-nos que o racismo continua a ser uma praga que todos nós temos de combater”, sublinhou Obama.

No local da tragédia, centenas de pessoas têm prestado homenagem às nove vítimas do que já é considerado um dos piores crimes motivados por ódio racial, ocorridos nos Estados Unidos desde há anos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.