Síria: Autoproclamado Estado Islâmico mata cerca de 200 civis em Kobani

Síria: Autoproclamado Estado Islâmico mata cerca de 200 civis em Kobani
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Cerca de 200 pessoas foram mortas naquele que já é considerado o segundo maior massacre do autoproclamado Estado Islâmico na Síria. A cidade de

PUBLICIDADE

Cerca de 200 pessoas foram mortas naquele que já é considerado o segundo maior massacre do autoproclamado Estado Islâmico na Síria. A cidade de Kobani e a uma aldeia vizinha, junto à fronteira com a Turquia foram os palcos do ataque dos extremistas.

De acordo com o director do Observatório Sírio de Direitos Humanos, Rami Abdulrahman, este é o pior massacre de civis na Síria feito pelo Estado Islâmico depois de no ano passado, terem matado centenas de membros de uma tribo sunita.

Os líderes da milícia curda YPG, que controla Kobani desde Janeiro, descrevem o ataque das últimas horas como uma tentativa de lançar o terror na região, que nem sequer tinha como objetivo invadir a cidade.

Há ainda relatos de combates junto a Hasaka e Tal Abyad, cidades estratégicas que ficam junto à fronteira turca.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bombardeamentos turcos contra milícias curdos faz pelo menos 20 mortos

Região rebelde de Idlib bombardeada após ataque em Homs

Síria: Confrontos em Deir Ezzor deixaram mais de 150 mortos e dezenas de feridos