EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Israel: Libertados alguns dos ativistas pró-palestinianos transferidos para a prisão de Givon

Israel: Libertados alguns dos ativistas pró-palestinianos transferidos para a prisão de Givon
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os ativistas a bordo da embarcação Marianne, escoltada segunda-feira pela marinha israelita até ao porto de Ashdod, foram transferidos para a prisão

PUBLICIDADE

Os ativistas a bordo da embarcação Marianne, escoltada segunda-feira pela marinha israelita até ao porto de Ashdod, foram transferidos para a prisão de Givon, na cidade de Ramla.

Não se sabe o número de ativistas ainda detidos, mas na manhã desta terça-feira foram libertados pelo menos três, entre os quais o antigo presidente tunisino, Moncef Marsouki e a eurodeputada espanhola Ana Miranda.

“Na interceção da terceira flotilha com destino a Gaza, Israel agiu com rapidez e a máxima discrição para evitar qualquer incidente diplomático de maior.
O governo de Benjamin Netanyahu quis evitar a todo o custo um escândalo, uma exposição mediática altamente negativa, como no caso do assalto ao Mavi Marmara em 2010.
Tel Aviv disse que o bloqueio naval a Gaza continuará”, sublinhou Luis Carballo, da Euronews, em Ramla.

O Marianne é um dos quatro navios da denominada Flotilha da Liberdade III, que com cerca de meia centena de ativistas pró-palestinianos a bordo, oriundos de 18 países, partiu de Creta para romper o bloqueio marítimo imposto por Israel a Gaza.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Gaza: Netanyahu diz que ativistas da Flotilha são "hipócritas"

Coluna de 120 carros faz manifestação pelos reféns em Israel

Sirenes soam em Telavive pela primeira vez em meses, depois do Hamas ter disparado rockets