Turquia: Justiça investiga líder de formação pró-curda

Turquia: Justiça investiga líder de formação pró-curda
De  Rodrigo Barbosa com AFP / EFE / Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Justiça turca decidiu abrir uma investigação ao líder da oposição pró-curda Selahattin Demirtas. O copresidente do HDP – que se tornou recentemente

PUBLICIDADE

A Justiça turca decidiu abrir uma investigação ao líder da oposição pró-curda Selahattin Demirtas. O copresidente do HDP – que se tornou recentemente na quarta força do Parlamento e impediu o AKP no poder de conquistar a maioria absoluta – é acusado de “incitar e armar” os manifestantes durante os protestos de outubro do ano passado no sudeste da Turquia.

Demirtas considera que o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, quer “criar uma falsa percepção por parte do público. O principal objetivo é garantir que o HDP paga o preço pelas armas do PKK. Ele não pretende desarmar o PKK, nem quer saber da paz”.

Enquanto a Justiça turca visa a formação pró-curda, o Exército continua as operações contra os rebeldes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão, tanto no sudeste da Turquia, como no vizinho Iraque.

Três dezenas de F-16 turcos efetuaram novos raides aéreos contra alvos em território iraquiano. Os bombardeamentos tiveram lugar algumas horas depois de supostos membros do PKK atacarem uma coluna das forças de segurança turcas na província de Sirnak, resultando na morte de três soldados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Responsáveis da discoteca que ardeu em Istambul detidos para interrogatório

Incêndio em discoteca de Istambul faz dezenas de mortos

Vitória da oposição é sinal de "ingratidão", dizem apoiantes de Erdoğan na Turquia