Kiev quer julgar chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas russas

Kiev quer julgar  chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas russas
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As autoridades ucranianas acusam a Rússia de ter preparado uma guerra na Ucrânia e apontam o dedo ao chefe do Estado-Maior General das Forças

PUBLICIDADE

As autoridades ucranianas acusam a Rússia de ter preparado uma guerra na Ucrânia e apontam o dedo ao chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas russas.

Valery Gerasimov e dez militares altamente graduados terão, alegadamente, planos para desenvolver um conflito, e Kiev quer julgá-los.

Anatoliy Matios, Procurador-Geral Militar ucraniano explica: “Desde 8 a 23 de agosto de 2014, sob as ordens de Gerasimov, as posições do Exército ucraniano foram sistematicamente atacadas com “ Grad “,” Smerch “e” Uragan” lançadores múltiplos de foguetes a partir do território da Federação Russa. E isso foi confirmado com evidência “.

Apesar do Ministério da Defesa russo ter afirmado que as ausações são falsas e infundadas Kiev irá tudo fazer para levar por diante este processo, como reporta a correspondente da Euronews: “Gabinete do Procurador-Geral da Ucrânia declarou que vão fazer todo o possível a fim de iniciar julgamento à revelia contra o Chefe do Estado-Maior da Rússia o mais breve possível. No entanto, pode ser problemático como não houve precedentes de julgamentos à revelia por crimes de guerra na Ucrânia”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mudança de liderança nas Forças Armadas divide ucranianos

Zelenskyy demite comandante das Forças Armadas da Ucrânia

"Um pedaço do nosso calor àqueles que nos protegem": presentes de Natal para as tropas ucranianas