EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Abandonadas investigações sobre agressão e coação sexuais de Assange

Abandonadas investigações sobre agressão e coação sexuais de Assange
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As investigações sobre as alegadas agressões sexuais de Julian Assange sobre duas mulheres vão ser abandonadas. Os procuradores da Suécia tinham até

PUBLICIDADE

As investigações sobre as alegadas agressões sexuais de Julian Assange sobre duas mulheres vão ser abandonadas.

Os procuradores da Suécia tinham até esta quinta-feira para ouvir o suspeito que se encontra há três anos refugiado na embaixada do Equador em Londres. Três alegados casos de agressão e coação sexual deverão ficar inválidos.

De acordo com a lei sueca, não pode ser submetida qualquer acusação sem que o suspeito seja ouvido.

Mas há uma investigação que vai manter-se válida, é a sobre a alegada violação que o fundador do Wikileaks é suspeito. O prazo sobre esse crime apenas expira dentro de 5 anos em 2020.

Julian Assange diz-se inocente e receia que uma vez na Suécia possa ser extraditado para os Estados Unidos para ser julgado sobre as publicações de documentos confidenciais norte-americanos da Wikileaks.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Três feridos em ataque à faca no metro de Lyon

Tribunal de Londres decide que Assange pode recorrer da ordem de extradição para os EUA

Christiania, em Copenhaga, quer renascer sem haxixe