Última hora
This content is not available in your region

EUA: Morreu o Bond "visionário" dos direitos humanos

euronews_icons_loading
EUA: Morreu o Bond "visionário" dos direitos humanos
Tamanho do texto Aa Aa

Nos Estado Unidos, o ativista de direitos humanos, Julian Bond morreu este fim de semana na Flórida, aos 75 anos. Presidente da principal associação do país para a defesa dos direitos dos afro-americanos, Bond sofria de doença prolongada. O ativista foi considerado um “visionário e incansável batalhador pelos direitos cívicos”.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.