A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Manuel Valls: "Esta crise diz respeito a toda a Europa"

Manuel Valls: "Esta crise diz respeito a toda a Europa"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Europa tem de defender rapidamente os valores da “solidariedade” e da “firmeza”. Foi a mensagem que Manuel Valls, o primeiro-ministro francês, veio trazer a Calais, uma cidade que se tornou simbólica na crise dos refugiados. Acompanhado por altos responsáveis da Comissão Europeia – o vice-presidente, Frans Timmermans, e o comissário responsável pelas questões migratórias, Dimitris Avramopoulos -, o chefe de governo apelou à intervenção coletiva.

“Esta crise de excecional gravidade diz respeito a toda a Europa. Os países têm de se mobilizar. Tem de haver uma cooperação estreita entre a Comissão Europeia e os Estados-membros, assim como com os países candidatos à adesão”, declarou Valls.

Segundo Frans Timmermans, “é preciso ir ainda mais longe. São necessários mecanismos permanentes que permitam repartir os pedidos de asilo, mecanismos esses que possam ser acionados sempre que haja uma crise, não apenas num contexto normal.”

Calais vai beneficiar de apoios suplementares para fornecer assistência aos refugiados. No próximo dia 14 de setembro, os ministros dos Negócios Estrangeiros reúnem-se em Bruxelas para tomar medidas conjuntas com caráter de urgência.