Facebook: Tribunal da Justiça da UE contraria decisão da Comissão Europeia

Facebook: Tribunal da Justiça da UE contraria decisão da Comissão Europeia
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Tribunal da Justiça da União Europeia deu razão a Max Schrems, que contestava uma decisão da Comissão Europeia, de 2000, que dizia que os Estados

PUBLICIDADE

O Tribunal da Justiça da União Europeia deu razão a Max Schrems, que contestava uma decisão da Comissão Europeia, de 2000, que dizia que os Estados Unidos garantiam um “nível de proteção adequada” aos dados de caráter pessoal, transferidos através de redes sociais.

O cidadão austríaco, utilizador do Facebook, contestou a transferência, total ou parcial, dos seus dados, da filial irlandesa desta rede social, para servidores nos Estados Unidos, onde são tratados.

O acórdão sustenta que a Comissão não averiguou, de facto, se a legislação interna dos Estados Unidos e os “seus compromissos internacionais” asseguram “um nível de proteção dos direitos fundamentais (…) equivalente ao garantido na União” Europeia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Funcionário sueco da UE detido há dois anos no Irão

Líderes da União Europeia condenam ataque do Irão a Israel e apelam à contenção

Moldova denuncia esforços da Rússia para influenciar referendo sobre UE