De Istambul a Zurique, milhares protestam após atentado em Ancara

De Istambul a Zurique, milhares protestam após atentado em Ancara
De  Euronews com REUTERS, AFP, LUSA, EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O atentado em Ancara provocou uma onda de indignação, que desceu às ruas da Turquia, mas também de várias cidades europeias.

O atentado em Ancara provocou uma onda de indignação, que desceu às ruas da Turquia, mas também de várias cidades europeias.

PUBLICIDADE

Em Istambul, cerca de 10.000 pessoas tentaram marchar até à Praça Taksim empunhando cartazes onde se liam palavras de ordem como “conhecemos os assassinos” ou “Erdogan demite-te”.

A oposição, em particular a pró-curda, aponta o dedo ao Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP), no poder desde 2002.

“Estamos perante um Estado assassino que se transformou numa máfia”, acusou um dos líderes da formação pró-curda HDP. Para Selahttin Demirtas, mesmo que os governantes “não tenham nada que ver com este ataque, deviam demitir-se, porque não foram capazes de evitá-lo”.

Em Diyarbakir, a ‘capital’ do Curdistão turco, o tom das acusações contra o regime no poder foi semelhante ao de Istambul e os protestos também acabaram em confrontos com a polícia. Em Esmirna, há notícia de mais de 60 detenções.

As manifestações contra o governo turco estenderam-se pela Europa a cidades na Alemanha, onde vive uma grande comunidade originária da Turquia, mas também a França e até a Zurique, na Suíça.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Vários feridos na explosão de um armazém de cereais no porto turco de Derince

Mais de 40 ativistas LGBTQ detidos em Istambul

Manifestação do 1º de Maio em Istambul termina em confrontos