Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Hospital de Madrid testa vacina contra o Ébola

Hospital de Madrid testa vacina contra o Ébola
Tamanho do texto Aa Aa

Desde setembro que um hospital de Madrid testa uma vacina contra o Ébola com um “alto nível de eficácia” segundo a OMS.

Cerca de 40 voluntários saudáveis participam no teste, no hospital La Paz da capital espanhola, e em paralelo, nos Estados Unidos, depois da vacina ter sido administrada com sucesso a 4 mil pessoas na Guiné Conacri.

Para o responsável dos testes, Jose Ramon Arribas, “Qualquer vacina tem de funcionar com apenas uma dose e tem de poder ser aplicada no terreno. Seria um avanço enorme no combate às epidemias”.

O ensaio clínico com um vírus animal ao qual foi adicionado proteína de vírus ébola, sem perigo de contágio, deverá prolongar-se até janeiro e pretende medir a criação de anticorpos e os efeitos secundários em organismos saudáveis.

Um dos voluntários testemunha os efeitos da vacina, “uma ligeira subida da febre a 37o, mas nunca acima de 38 graus. Mas desapareceu rapidamente”.

O teste ocorre depois de 27 pacientes de Ébola terem sido curados, durante a epidemia de há um ano, todos com métodos de tratamento diferentes.

Uma cura ainda tão incerta quanto a vacina, quando um estudo divulgado esta quinta-feira, demonstra que o vírus pode resistir nos fluídos corporais dos sobreviventes de Ébola, até nove meses depois dos primeiros sintomas.