Hollande homenageia vítimas do acidente de Puisseguin

Hollande homenageia vítimas do acidente de Puisseguin
De  Ricardo Figueira com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente francês reuniu-se com os familiares das vítimas e com as forças de segurança.

PUBLICIDADE

Foi o maior acidente rodoviário em França em mais de 30 anos.

O presidente François Hollande esteve presente na homenagem às 43 vítimas da colisão entre um autocarro e um camião, perto de Bordéus, na sexta-feira.

Hollande reuniu-se com as famílias das vítimas, cerca de 160 pessoas, na câmara ardente montada no salão municipal de Puisseguin. Os mortos no acidente eram, na maioria, idosos que partiam em excursão. O motorista do camião e o filho de 3 anos morreram também no acidente.

“Ninguém está preparado para uma prova como esta. Por isso, temos um dever de solidariedade para convosco. É o país inteiro, a França, que represento hoje junto de vós, que está abalado com esta catástrofe, porque é algo que pode acontecer a qualquer um de nós”.

La France est une grande famille. Elle porte le deuil quand des compatriotes sont frappés quelle que soit la cause du drame.

— François Hollande (@fhollande) October 27, 2015

Un accident a provoqué de nombreux morts en Gironde. Le gouvernement français est totalement mobilisé sur cette terrible tragédie.

— François Hollande (@fhollande) October 23, 2015

Hollande esteve depois reunido com os elementos da polícia, dos bombeiros e dos socorristas, que lhe explicaram as circunstâncias do acidente e os avanços na investigação. Finalmente, a grande homenagem aconteceu no estádio de futebol da vila, perante uma grande parte dos habitantes de Puisseguin e das aldeias vizinhas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Autoridades francesas investigam salário do presidente do comité dos Jogos Olímpicos de Paris

501 caixões e 200 sacos com cadáveres encontrados abandonados na Argentina

Operação Pretoriano: Líder dos Super Dragões e dois funcionários do FC Porto detidos