EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Separatistas lançam "roteiro para a Independência" no parlamento catalão

Separatistas lançam "roteiro para a Independência" no parlamento catalão
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A independência da região da Catalunha promete dominar a campanha para as legislativas de dezembro em Espanha, convocadas ontem pelo

PUBLICIDADE

A independência da região da Catalunha promete dominar a campanha para as legislativas de dezembro em Espanha, convocadas ontem pelo primeiro-ministro.

A coligação separatista catalã e o partido de extrema-esquerda CUP apresentaram esta terça-feira uma resolução que prevê a criação de uma república soberana.

O chamado “roteiro para a independência” deverá obter o apoio da maioria dos deputados durante a votação marcada para 9 de novembro, iniciando um processo, no entanto, considerado ilegal pela constituição espanhola.

O gesto dos separatistas catalães foi classificado como uma provocação por Mariano Rajoy, o primeiro-ministro e candidato à sua reeleição que tinha ontem evocado a questão catalã, como “o segundo maior problema do país”, depois do desemprego.

“Esta iniciativa só pode ser qualificada como uma provocação de quem pretende escapar à lei, simplesment isto, pois eles sabem que a lei não está do lado deles. O governo que eu presido garante e e vai garantir que não consigam atingir os seus objetivos”, afirmou Rajoy.

Os partidos separatistas catalães contam com uma maioria de de deputados no parlamento regional (72 em 135 assentos).

As formações já afirmaram que não vão submeter-se às decisões das instituições do estado espanhol, em especial o Tribunal Constitucional, que tinha considerado ilegal a vitória do sim à Independência num referendo realizado o ano passado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Novo naufrágio perto de Tenerife faz pelo menos 5 mortos. 68 migrantes foram resgatados com vida

Felipe VI de Espanha celebra dez anos de reinado

Espanha: Sánchez quer que a comunidade internacional "exerça mais pressão" sobre Israel