A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Justiça italiana recusa extradição de suspeito de ataque terrorista na Tunísia

Justiça italiana recusa extradição de suspeito de ataque terrorista na Tunísia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A justiça italiana recusou a extradição de um suspeito de envolvimento no ataque ao museu Bardo na Tunísia em março passado.

O tribunal alega não poder extraditar o suspeito, um marroquino de 22 anos, caso este possa vir a ser executado. A Tunísia, por sua vez, não forneceu garantias de que o suspeito não enfrentaria a pena de morte.

Em separado, procuradores italianos em Milão apelaram ao fim das investigações sobre o alegado envolvimento do suspeito marroquino, Abdelmajid Touil, afirmando não existirem provas suficientes para o incriminar.

Um funcionário governamental da Tunísia afirma que Touil forneceu armas aos extremistas antes do ataque tendo de seguida embarcado rumo a Itália.