EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Clima: 600 mil mortos em 20 anos

Clima: 600 mil mortos em 20 anos
Direitos de autor 
De  Euronews com AFP, EFE
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

É uma guerra que ao longo das últimas duas décadas já provocou cerca de 600 mil mortos e mais de quatro mil milhões de feridos, desalojados ou a

PUBLICIDADE

É uma guerra que ao longo das últimas duas décadas já provocou
cerca de 600 mil mortos e mais de quatro mil milhões de feridos, desalojados ou a pessoas precisar de ajuda.

Na origem estão catástrofes naturais como as inundações e os furacões. Os números constam do relatório das Nações Unidas e são divulgados a uma semana do arranque da conferência sobre as alterações climáticas, em Paris.

Representantes de cerca de centena de meia de países participam no encontro que decorre até 11 de dezembro. O objetivo é chegar a um acordo para reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, responsáveis pelo aquecimento global.

A ONU diz que é preciso agir, mas o consenso não se adivinha fácil.

A reunião conta com a presença de líderes dos principais poluentes como os Estados Unidos e a China. Dois países que segundo a relatório das Nações Unidas registaram o maior número de catástrofes climáticas desde 1995. Mas é na China e na Índia que encontramos o maior número de pessoas afetadas. Seguem-se o Bangladesh, Filipinas e a Tailândia.

O Brasil ocupa o sétimo lugar na lista dos países mais afetados por desastres naturais, nos últimos 20 anos, com cerca de 50 milhões de pessoas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Soluções verdes para libertar C02 da atmosfera

Depois de estragos na Jamaica, Furacão Beryl move-se para o México

Caos e destruição nos Alpes Suíços depois das cheias