Colorado: Polícia revela nome do atacante de centro de planeamento familiar

Colorado: Polícia revela nome do atacante de centro de planeamento familiar
Direitos de autor 
De  Patricia Cardoso com LUSA, Reuters, AFP, EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Desconhecem-se ainda as causas do ataque a uma clínica de Planeamento Familiar em Colorado Springs, no oeste dos Estados Unidos. Ao fim de cinco

PUBLICIDADE

Desconhecem-se ainda as causas do ataque a uma clínica de Planeamento Familiar em Colorado Springs, no oeste dos Estados Unidos. Ao fim de cinco horas, a polícia deteve o atacante.

Fontes policiais identificaram-no como Robert Lewis Dear, 57 anos, originário da Carolina do Norte.

O tiroteio fez três mortos. Nove pessoas foram hospitalizadas, mas não correm risco de vida.

Ozy Licano, sobrevivente, conta: “Tentei sair do meu carro e fugir, depois pensei e disse “não”. Voltei a entrar no carro, pus a marcha a trás, comecei a recuar e ele estava à minha frente, a visar-me com a arma. Acelerei e ele começou a disparar. Eu estava face a ele”.

Entre os mortos está o agente Garret Swasey, 44 anos, Era segurança do campus da Universidade de Colorado Springs e estava a auxiliar as forças municipais.

Os centros de Planeamento Familiar são uma organização nacional sem fins lucrativos, mas recebem fundos federais. Fornecem exames ginecológicos, contracetivos e realizam interrupções de gravidez. São alvos regulares de ataques de militantes antiaborto.

Desde 1977, as clínicas declararam 7 mil incidentes. Oito funcionários foram mortos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mike Pence: "A maioria dos norte-americanos acredita no nosso papel de líderes do mundo livre"

Homem imolou-se no exterior do tribunal onde Donald Trump está a ser julgado

Agentes da autoridade mortos a tiro no Estado de Nova Iorque