Cidades italianas enfrentam pico de poluição

Cidades italianas enfrentam pico de poluição
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Várias cidades italianas enfrentam um pico de poluição que levou as autoridades a tomar medidas excepcionais. As temperaturas anormalmente altas para

PUBLICIDADE

Várias cidades italianas enfrentam um pico de poluição que levou as autoridades a tomar medidas excepcionais.

As temperaturas anormalmente altas para esta época do ano, associadas à falta de chuva – com algumas cidades sem registar precipitação há dois meses -, estão a resultar num número de partículas contaminantes no ar particularmente elevado.

O climatólogo Massimiliano Pasqui diz que “a predição para o resto do Inverno é de um período marcado por temperaturas suaves e pouca chuva”.

Na capital, Roma, e em cidades como Milão, Turim e Nápoles já estão a ser aplicadas medidas de redução do tráfego, como a interdição de circular alternativamente para veículos com matrículas pares ou ímpares. Milão, nomeadamente, já registou três vezes mais poluição no ar do que a máxima estipulada pelas normas europeias.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mil italianos assinam manifesto para que Draghi seja presidente da Comissão Europeia

Itália prepara-se para negociar com Bruxelas termos da trajetória do ajuste fiscal

Morreu o estilista Roberto Cavalli aos 83 anos