Última hora

Valcke vê o cartão vermelho

Valcke vê o cartão vermelho
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Continua a limpeza nos corredores da FIFA e Jérôme Valcke foi o último nome a cair, sendo pura e simplesmente despedido pelo organismo que tutela o futebol mundial.

O francês, que ocupava o cargo de secretário-geral, estava suspenso de todas as atividades relacionadas com a modalidade desde oito de outubro, suspeito de revender no mercado negro bilhetes para o Campeonato do Mundo do Brasil.

Apesar de sempre ter clamado inocência, o painel de investigação do Comité de Ética da FIFA encontrou motivos para recomendar uma suspensão de nove anos.

A saída definitiva do francês entrega o cargo de secretário-geral de forma permanente ao seu adjunto, Markus Kattner.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.