EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Trump: "Se Obama me critica, isso é um elogio"

Trump: "Se Obama me critica, isso é um elogio"
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O atual presidente norte-americano e o mais polémico dos candidatos a sucessor trocaram uma série de "mimos".

PUBLICIDADE

Barack Obama diz que Donald Trump nunca vai ser presidente. O visado diz que, vindo do atual inquilino da Casa Branca, isso até é um elogio.

Foi assim a mais recente troca de “mimos” entre o presidente e o homem que lhe quer suceder e que parece cada vez mais avançado na corrida, para alegria de uns e desespero de outros.

“Continuo a acreditar que o Sr. Trump não vai ser presidente. Isso porque tenho muita fé no povo americano. Eles sabem que ser presidente é um trabalho sério. Não é o mesmo que apresentar um talk-show ou um reality-show”, disse Obama.

A reação de Trump foi pronta. O candidato, que venceu as primárias republicanas no New Hampshire, falou durante um evento de campanha na Carolina do Sul: “O trabalho dele (Obama) tem sido tão mau. Fez o nosso país recuar tanto. Sinceramente, para mim, ele dizer isso é um elogio”.

Interesting how President Obama so haltingly said I “would never be president” – This from perhaps the worst president in U.S. history!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) 17 février 2016

As ideias de Trump sobre temas como a imigração ou as mudanças climáticas estão a alarmar líderes internacionais, segundo Barack Obama, preocupados com a possibilidade de o milionário nova-iorquino vir mesmo a sentar-se no gabinete da Sala Oval. A imprensa norte-americana também não tem sido nada branda com o candidato.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

New Hampshire: Os discursos da vitória

Trump denuncia primárias de Iowa e acusa Ted Cruz de desonestidade

"O elefante fora da sala": Trump ausente do último debate republicano no Iowa