Ministério Público de São Paulo pede prisão preventiva de Lula da Silva

Ministério Público de São Paulo pede prisão preventiva de Lula da Silva
De  Rodrigo Barbosa com Lusa / EFE / Folha de São Paulo
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O advogado de Luiz Inácio Lula da Silva diz que os procuradores do Estado de São Paulo pretendem “amordaçar um líder político”. Uma declaração feita

PUBLICIDADE

O advogado de Luiz Inácio Lula da Silva diz que os procuradores do Estado de São Paulo pretendem “amordaçar um líder político”.

Uma declaração feita depois do Ministério Público de São Paulo ter pedido a prisão preventiva do ex-presidente brasileiro, acusado de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica, por supostamente ocultar a propriedade de um apartamento tríplex na estância balnear do Guarajá.

Lula da Silva sempre negou ser proprietário do tríplex, localizado num edifício investigado no âmbito da operação Lava Jato, suspeito de ser usado pela construtora OAS para oferecer “prendas” na rede de corrupção da petrolífera Petrobras.

O ex-presidente afirmou que o pedido de prisão preventiva foi precipitado pela fuga da informação de que a atual chefe de Estado, Dilma Rousseff, o poderia ter convidado a assumir um ministério, o que lhe daria imunidade.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Europol identificou as 821 redes criminosas mais perigosas da Europa

Macron no Brasil: presidente francês lança submarino e anuncia investimento de mil milhões de euros

Novo inimigo político de Orbán divulga alegadas provas de corrupção