Assad derrota jihadistas em Palmira, exército iraquiano avança sobre Mosul

Assad derrota jihadistas em Palmira, exército iraquiano avança sobre Mosul
De  Nelson Pereira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Palmira está de novo nas mãos do regime sírio. Apoiado pela aviação russa e pela milícia xiita libanesa do Hezbollah, o exército de Bashar al-Assad

PUBLICIDADE

Palmira está de novo nas mãos do regime sírio. Apoiado pela aviação russa e pela milícia xiita libanesa do Hezbollah, o exército de Bashar al-Assad expulsou os jihadistas do autoproclamado Estado Islâmico, que desde maio de 2015 ocupavam a cidade.

A recuperação de Palmira é a maior vitória das forças leais a Assad contra os extremistas do Daesh desde o início da intervenção militar russa, em setembro.

De acordo com um dos oficiais sírios, foi libertado o castelo Qalaat Fakhr ad-Din al-Maani:

“Esta vitória aconteceu graças à determinação dos soldados em combate. Libertámos o castelo de Palmira e as milícias juhadistas estão em retirada em direção a Raqqa e Deir al-Zor”.

Entretanto, as tropas iraquianas avançam para recuperar Mosul, a capital da província de Nínive, no norte do país, que está nas mãos do Daesh desde junho de 2014.

O exército iraquiano conta com o apoio dos combatentes peshmergas curdos da região autónoma do Curdistão, da coligação das milícias xiitas e da aviação norte-americana.

As tropas curdas peshmergas libertaram, há alguns dias, 52 mulheres e crianças que os jihadistas do autoproclamado Estado Islâmico mantinham presos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Washington acredita ter eliminado número dois do ISIL

Pelo menos três mortos, entre os quais duas crianças, na explosão de carro armadilhado na Síria

Duas crianças entre os seis mortos após bombardeamentos de Assad em Idlib