Última hora
This content is not available in your region

Mortes em acidentes rodoviários na União Europeia aumentam em 2015

euronews_icons_loading
Mortes em acidentes rodoviários na União Europeia aumentam em 2015
Tamanho do texto Aa Aa

O número de mortes registadas nas estradas da União Europeia aumentou, ligeiramente, para 26 mil, em 2015, pela primeira vez depois de vários anos em sentido descendente.

As estatísticas referentes ao ano passado foram apresentadas esta quinta-feira pela Comissão Europeia.

A comissária com a pasta dos Transportes, Violeta Bulc, referiu que o fator humano continua a ser determinante e alertou para a importância de se mudarem mentalidades: “Sabemos que o fator humano é, de longe, a razão dos acidentes. No futuro, teremos de nos direcionar ainda mais para a sensibilização.”

Apesar da oscilação registada no ano passado, os números apontam para o facto de que as estradas europeias continuam a ser as mais seguras a nível mundial.

Em Portugal, as mortes registadas por acidentes rodoviários entre 2010 e 2015 diminuíram 33%. Na comparação entre 2014 e 2015, a média europeia de mortes na estrada aumentou 1%, contrariamente à queda de 2% em Portugal.

A Comissão estima também que no ano passado 135 mil pessoas ficaram feridas. Entre estas encontram-se peões e ciclistas, considerados utilizadores vulneráveis de estradas.