Última hora
This content is not available in your region

Novo Presidente da FIFA envolvido no escândalo 'Panama Papers'

Novo Presidente da FIFA envolvido no escândalo 'Panama Papers'
Tamanho do texto Aa Aa

Chegou à liderança da FIFA com a promessa de acabar com a corrupção e recuperar a imagem do organismo que gere futebol mundial, mas Gianni Infantino acaba de ser envolvido no escândalo ‘Panama Papers’.

Segundo o jornal ‘The Guardian’, quando era diretor dos serviços jurídicos da UEFA, Infantino assinou contratos de direitos televisivos com dois homens de negócios, que foram entretanto acusados de suborno e estão envolvidos tanto no escândalo da FIFA como nas manobras de evasão fiscal e branqueamento de capitais ligadas à sociedade panamiana de advogados Mossack Fonseca.

Em causa, estão contratos assinados entre 2003 e 2006 com Hugo e Mariano Jinkis, que tentam evitar a extradição da Argentina para os Estados Unidos, onde o FBI os quer interrogar por suspeita de terem pago milhões de dólares de subornos a responsáveis do futebol na África do Sul para garantirem os direitos televisivos de torneios regionais.

O jornal britânico “The Guardian” está a cobrir o escândalo ‘Panama Papers’ em direto na internet:

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.