Última hora

Última hora

CE acusa Google de abuso de posição dominante em duelo por causa de sistema Android

Em leitura:

CE acusa Google de abuso de posição dominante em duelo por causa de sistema Android

CE acusa Google de abuso de posição dominante em duelo por causa de sistema Android
Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia acusou a Google de abuso de posição dominante com o sistema operativo Android.

O executivo comunitário realizou uma investigação e considera que os termos que a empresa impõe aos operadores e fabricantes de telemóveis e de tablets, para uso de Android (sistema que domina o mercado mundial de smartphones), limitam o acesso dos consumidores a outras aplicações.

A Comissão alega, entre outras coisas, que ao predefinir o sistema de busca Google Search, em grande parte dos aparelhos, a empresa coloca ainda entraves à inovação de outros atores no mercado.

“Por vezes talvez compremos produtos mais baratos onde encontramos o sistema operativo Android em muitos aparelhos. Se a Google refere que no caso de se ter um dispositivo Android seria benéfico ter a Play Store, onde estão disponíveis muitas aplicações, e depois indica que é preciso ter o sistema de pesquisa Google Search e o Google Chrome, é um pouco complicado. Também é difícil para o utilizador encontrar outro motor de busca, outro browser e por isso existe menos inovação e menos escolha para os consumidores”, disse, em entrevista à Euronews, a comissária europeia com a pasta da Concorrência, Margrethe Vestager.

A Google já reagiu às acusações da Comissão Europeia e disse levar a sério as preocupações expressadas pelo executivo comunitário.

Um porta-voz do gigante tecnológico norte-americano garantiu, por outro lado, que qualquer pessoa pode usar o Android, com ou sem as aplicações da Google.