Última hora

Philips quer "apagar" a luz a 25 por cento das respetivas lâmpadas

Philips quer "apagar" a luz a 25 por cento das respetivas lâmpadas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A holandesa Philips anunciou a intenção de se desfazer em bolsa de pelo menos um quarto da sua operação de iluminação. O objetivo do maior produtor de lâmpadas do mundo é focar-se mais no respetivo negócio no setor do equipamento médico.

A produção de iluminação da Philips é a maior do mundo no setor e está avaliada em cerca de cinco mil milhões de euros.

Há três anos, a empresa holandesa deixou cair o termo “eletrónica” do nome e desde aí tem vindo a desfazer-se dos negócios de produtos para o consumidor comum. O valor das ações da Philips abriu esta terça-feira a sessão em bolsa a cair um virgula sete por cento.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.