A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Pfizer anuncia fim da venda de produtos utilizados em injeções letais

Pfizer anuncia fim da venda de produtos utilizados em injeções letais
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A multinacional farmacêutica Pfizer anunciou que vai bloquear a venda dos seus produtos para utilização em injeções letais administradas a condenados à morte.

O anúncio segue-se a outras farmacêuticas europeias e norte-americanas que nos últimos cinco anos bloquearam a venda de produtos utilizados na execução de prisioneiros.

Segundo a Pfizer, a restrição abrange um conjunto de sete produtos que a partir de agora não poderão ser vendidos a estabelecimentos prisionais.

A empresa justificou a decisão afirmando que tem fortes objeções à utilização destes produtos em injeções letais.

Entre os produtos proibidos encontra-se o anestésico propofol que teria estado na origem da morte do cantor norte-americano, Michael Jackson.