Última hora

Iraque: recolher obrigatório depois de nova invasão da Zona Verde

Iraque: recolher obrigatório depois de nova invasão da Zona Verde
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Pela segunda vez no espaço de três semanas, apoiantes do influente líder xiita Moqtada al-Sadr invadiram a ultraprotegida Zona Verde de Bagdade, em protesto contra o governo iraquiano.

As forças de segurança recorreram a gás lacrimogéneo e chegaram a abrir fogo para dispersar os contestatários, provocando um número indeterminado de feridos.

Um manifestante explica que foram atacados com “bombas de gás”, “granadas de atordoamento” e mesmo com “munições reais”.

Na sequência da invasão da Zona Verde, onde se encontra a sede do governo e embaixadas estrangeiras, as autoridades decretaram um recolher obrigatório em Bagdade. Os manifestantes chegaram mesmo a entrar brevemente no gabinete do primeiro-ministro, Haider al-Abadi. Al-Sadr, por seu lado, avisou que se as “manifestações pacíficas” continuarem a ser bloqueadas, “a revolução assumirá outra dimensão”.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.