EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Metade dos migrantes de Idomeni recusa centros de acolhimento

Metade dos migrantes de Idomeni recusa centros de acolhimento
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Metade dos cerca de oito mil migrantes e refugiados que se encontravam em Idomeni partiu pelo próprio pé e ficou nos arredores da localidade fronteiriça…

PUBLICIDADE

Metade dos cerca de oito mil migrantes e refugiados que se encontravam em Idomeni partiu pelo próprio pé e ficou nos arredores da localidade fronteiriça grega. Muitos preferiram permanecer junto à Macedónia, para eventualmente poder seguir caminho rumo à Europa do Norte. Mas não foi a única razão.

“Aqui não é mau mas também não é bom – afirma esta síria de 26 anos. Acho que os novos campos de Tessalónica e de Atenas são muito maus, piores do que aqui. Agora fico aqui mas não sei quando vou partir.”

Entretanto, é possível que muitas das pessas agora deslocadas de Idomeni abandonem os novos centros de acolhimento. A ONU e várias ONG advertiram que estas instalações não têm as condições mínimas. O governo reconheceu que tem ainda muito trabalho pela frente. O acampamento de Idomeni demorou três dias a ser evacuado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Novo naufrágio perto de Tenerife faz pelo menos 5 mortos. 68 migrantes foram resgatados com vida

Scholz promete melhorar o processamento de migração irregular

Ataque israelita a campo de refugiados de Gaza mata pelo menos 6 pessoas