EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Colômbia: Guerrilha liberta jornalista espanhola Salud Hernández-Mora

Colômbia: Guerrilha liberta jornalista espanhola Salud Hernández-Mora
Direitos de autor 
De  Miguel Roque Dias com EFE; NOTICIAS RCN
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A jornalista espanhola Salud Hernández-Mora foi libertada, esta sexta-feira, depois de ter sido sequestrada no sábado pela guerrilha Exército da Libertação Nacional, na região de Catatumbo, na…

PUBLICIDADE

A jornalista espanhola Salud Hernández-Mora foi libertada, esta sexta-feira, depois de ter sido sequestrada no sábado pela guerrilha Exército da Libertação Nacional, na região de Catatumbo, na Colômbia.

Aos media locais a espanhola garantiu estar muito bem e agradeceu o apoio que colegas, amigos e anónimos lhe prestaram durante o cativeiro.

Primera imagen de Salud Hernández en libertad. https://t.co/wnqdJKMKDBhttps://t.co/OENBOJ8Ycw

— Noticias RCN (@NoticiasRCN) May 27, 2016

Hernández-Mora agradeceu, ainda os esforços realizados pela Igreja Católica e pela Procuradoria de Ocaña para que fosse libertada.

A jornalista é a correspondente na Colômbia do diário El Mundo e colunista do jornal El Tiempo.

Na segunda-feira, dois correspondentes, na região, do Noticias RCN, Diego D’Pablos e Carlos Melo, foram sequestrados pelo ELN enquanto investigavam o desaparecimento de Salud Hernández-Mora.

A espanhola diz não ter qualquer informação sobre qual a situação dos dois jornalistas colombianos.

Na rede social Twitter, o Noticias RCN informa que os dois jornalistas dereiam ser libertados este sábado.

“El ELN nos ha dicho que hoy o a más tardar mañana los periodistas de NoticiasRCN</a> serán liberados": Salud Hérnandez</p>&mdash; Noticias RCN (NoticiasRCN) May 27, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Presidente colombiano pede perdão às famílias das pessoas desaparecidas e mortas

Colombianos levam os colchões para a rua para celebrar "Dia Mundial da Preguiça"

Filho do presidente da Colômbia detido por lavagem de dinheiro