EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Obama defende mudança no debate sobre controlo de armas

Obama defende mudança no debate sobre controlo de armas
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente dos Estados Unidos, apelou hoje ao fim “da discriminação e da violência contra a comunidade LGBT” durante uma visita aos familiares das vítimas do tiroteio de domingo numa discoteca ‘gay’

PUBLICIDADE

O presidente dos Estados Unidos, apelou hoje ao fim “da discriminação e da violência contra a comunidade LGBT” durante uma visita aos familiares das vítimas do tiroteio de domingo numa discoteca ‘gay’ em Orlando.

Barack Obama e o vice-presidente, Joe Biden, depositaram 49 rosas brancas, uma por cada vítima, diante do centro de artes performativas Doctor Phillips, em Orlando, onde na segunda-feira ocorreu uma cerimónia em homenagem às vítimas e onde dezenas de pessoas depositaram fotografias, balões, cartazes e mensagens de apoio.

O presidente norte americano defendeu que o debate sobre o controlo de armas tem de mudar e insistiu que enquanto os militares atacam os grupos extremistas e os serviços de inteligência trabalham para acabar com as suas redes, o governo não pode parar cada “pessoa demente”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden: Atentado de Orlando revela "política irracional" de venda de armas

Omar Mateen: Um dedo no gatilho e um olho no Facebook durante atentado

A "contradição" norte-americana na guerra entre Israel e o Hamas