Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Tunísia: Adiado julgamento da morte de opositor Chokri Belaid

Tunísia: Adiado julgamento da morte de opositor Chokri Belaid
Tamanho do texto Aa Aa

Foi outra vez adiado o julgamento dos 24 suspeitos de cumplicidade no assassinado do líder da oposição tunisino Chokri Belaid em 2013.

Em Tunis, cerca de 300 pessoas manifestaram-se antes da audiência começar. Exigiram justiça, protestaram contra o que dizem ser zonas obscuras no processo e mostraram desagrado em relação ao presidente do país e ao maior partido da Tunísia, o islâmico Ennahda.

Após a sessão começar, o juiz decidiu interromper e adiar o julgamento face a palavras virulentas entre os advogados.

Chokri Belaïd, feroz crítico do partido Ennahda, foi baleado mortalmente em frente a sua casa em 2013, ainda em período pós primavera árabe.

As autoridades atribuíram o crime a um movimento islâmico e um ano mais tarde anunciaram ter abatido o autor direto do assassinato.

A morte foi mais tarde reivindicada pelo estado islâmico, mas a família de Belaid, continua a denunciar zonas obscuras e a reclamar justiça.