A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Tunísia: Adiado julgamento da morte de opositor Chokri Belaid

Tunísia: Adiado julgamento da morte de opositor Chokri Belaid
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Foi outra vez adiado o julgamento dos 24 suspeitos de cumplicidade no assassinado do líder da oposição tunisino Chokri Belaid em 2013.

Em Tunis, cerca de 300 pessoas manifestaram-se antes da audiência começar. Exigiram justiça, protestaram contra o que dizem ser zonas obscuras no processo e mostraram desagrado em relação ao presidente do país e ao maior partido da Tunísia, o islâmico Ennahda.

Após a sessão começar, o juiz decidiu interromper e adiar o julgamento face a palavras virulentas entre os advogados.

Chokri Belaïd, feroz crítico do partido Ennahda, foi baleado mortalmente em frente a sua casa em 2013, ainda em período pós primavera árabe.

As autoridades atribuíram o crime a um movimento islâmico e um ano mais tarde anunciaram ter abatido o autor direto do assassinato.

A morte foi mais tarde reivindicada pelo estado islâmico, mas a família de Belaid, continua a denunciar zonas obscuras e a reclamar justiça.