EUA: Donald Trump "honrado" com a nomeação republicana

EUA: Donald Trump "honrado" com a nomeação republicana
De  Miguel Roque Dias com Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Donald Trump diz ser uma honra ter sido nomeado pelo Partido Republicano para concorrer à presidência dos Estados Unidos da América, nas eleições presidenciais de 8 de…

PUBLICIDADE

Donald Trump diz ser uma honra ter sido nomeado pelo Partido Republicano para concorrer à presidência dos Estados Unidos da América, nas eleições presidenciais de 8 de novembro.

Such a great honor to be the Republican Nominee for President of the United States. I will work hard and never let you down! AMERICA FIRST!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) July 19, 2016

Na Convenção Nacional do partido em Cleveland, no Ohio, aceitou a nomeação e apresentou Mike Pense, o governador do estado do Indiana, como candidato para a vice-presidência.

“É mesmo uma honra e vamos ganhar, no Ohio! Vem cá, Mike. Vamos ganhar no Ohio e vamos ganhar tudo. Vamos tornar a América grande outra vez”, assegura o magnata.

A nomeação de Donald ficou marcada pelo plágio no discurso da mulher, Melania. As semelhanças com um discurso de Michelle Obama de 2008 não passaram despercebidas aos media.

Entretanto, a escritora do discurso, Meredith McIver, assumiu a responsabilidade ao incluir frases da atual primeira-dama. Em comunicado afirmou, ainda, que pediu a demissão, que não foi aceite por Donald Trump.

O candidato republicano, na rede social Twitter, afirmou que se surpreende por os media darem tanta atenção ao discurso de Melania mas “qualquer imprensa é boa imprensa”.

Good news is Melania's speech got more publicity than any in the history of politics especially if you believe that all press is good press!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) July 20, 2016

Do Ohio para a Califórnia, a estrela do magnata no Passeio da Fama, em Hollywood, foi cercada por um pequeno muro de pouco mais de 15 cm e arame farpado, com as palavras “fiquem de fora” em inglês e espanhol.

Para o artista plástico, Jesus, a obra simboliza a vedação que Donald Trump prometeu construir na fronteira entre os Estados Unidos e o México, caso chegue à Casa Branca para impedir a imigração.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Trump compara problemas legais à perseguição feita ao opositor russo Alexei Navalny

Juiz condena Trump a pagar 355 milhões de dólares por ter mentido sobre a sua fortuna

Nova "Guerra das Estrelas": Rússia desenvolve sistema de mísseis nucleares antissatélite