A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Erdogan denuncia críticas do Ocidente

Erdogan denuncia críticas do Ocidente
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O governo turco denunciou as críticas do Ocidente. O presidente Recep Tayyip Erdogan recebeu esta sexta-feira o chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas e os comandantes das três armas que viram a confiança renovada pelo Conselho Militar Superior reunido esta quinta-feira. Erdogan aproveitou para responder ao comandante do Pentágono pelas operações no Médio Oriente, o general Joseph Votel, que manifestou o receio da purga nas forças armadas turcas poder colocar em causa as relações militares entre os dois países:

“Em vez de agradecer, em nome da democracia, a este governo por ter repelido um golpe de Estado, pelo contrário mantém-se ao lado dos seus orquestradores. Além disso, o principal orquestrador deste golpe de Estado está no seu país.”

Desde a intentona foram afastados 149 oficiais-generais e na quinta-feira foram aposentados mais 47. O conselho militar superior promoveu 99 coronéis para ocupar os postos vagos. De acordo com o chefe da diplomacia turca estas movimentações reforçaram as forças armadas do país.