Última hora
This content is not available in your region

Tempestade Earl causa aluimentos mortais no México

euronews_icons_loading
Tempestade Earl causa aluimentos mortais no México
Tamanho do texto Aa Aa

As chuvas torrenciais causadas pela tempestade tropical Earl já fizeram pelo menos 40 mortos nas regiões centro e leste do México.

Nós conseguimos escapar, mas infelizmente alguns vizinhos não tiveram a mesma sorte.

Felipe Alonso Sobrevivente

Os estados de Veracruz, Puebla e Hidalgo são, por enquanto, os mais afetados. Só no Estado montanhoso de Puebla, a tempesatade tropical, que chegou a atingir o nível de furacão, matou pelo menos 28 pessoas.

Os aluimentos de terras deixaram soterradas muitas casas, sobretudo nos municípios de Huauchinango e Tlaola, ambos em Puebla. Além dos mortos e feridos, a catástrofe natural deixou milhares de desalojados.

Alguns sobreviventes, recolhidos num abrigo temporário, contam como tudo aconteceu: “A água chegou exatamente às 11 horas e arrasou as casas. Nós conseguimos escapar, mas infelizmente alguns vizinhos não tiveram a mesma sorte”, conta Felipe Alonso, um dos sobreviventes de um aluimento.

As autoridades do Estado de Puebla já ativaram os fundos de emergência para socorrer as vítimas e reconstruir as zonas afetadas. Como muitas zonas são de difícil acesso, não é de excluir que haja mais vítimas mortais.