This content is not available in your region

Iémen: coligação liderada por sauditas bombardeia hospital da MSF

Access to the comments Comentários
De  Rodrigo Barbosa  com AFP / MSF
euronews_icons_loading
Iémen: coligação liderada por sauditas bombardeia hospital da MSF

Um hospital apoiado pela ONG Médicos Sem Fronteiras (MSF), na localidade de Abs, no noroeste do Iémen, foi bombardeado esta segunda-feira por aviões da coligação liderada pela Arábia Saudita.

Foi a própria organização humanitária que informou do ataque na província de Hajja, controlada pelos rebeldes houtis, que disse ter ocorrido às 15h45, hora local. A ONG afirmou que há pelo menos 11 vítimas mortais e 19 feridos.

Este bombardeamento acontece dois dias depois de raides áreos que, segundo a Médicos Sem Fronteiras, atingiram uma escola em Saada, outra província do norte do Iémen também nas mãos dos rebeldes, e que resultaram na morte de 10 crianças.

Em 2015, a coligação liderada pela Arábia Saudita, que apoia o presidente Abd Rabbo Mansour Hadi, já tinha bombardeado um hospital dirigido pela ONG no norte do Iémen, afirmando que o local era usado com esconderijo pelos houtis.