Turquia: 136 funcionários judiciais detidos

Turquia: 136 funcionários judiciais detidos
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A limpeza na Turquia passou, esta segunda-feira, pela detenção de 136 funcionários judiciais, para interrogatório.

PUBLICIDADE

A limpeza na Turquia passou, esta segunda-feira, pela detenção de 136 funcionários judiciais, para interrogatório. Mas foram emitidos, por tribunais de Istambul, 173 mandados de prisão.

Desde que o governo de Ancara lançou uma ação repressiva, e maciça, contra alegados apoiantes do movimento de Fethullah Gulen, mais de 35.000 pessoas foram detidas, 17.000 está já a cumprir pena, efetiva, de prisão. A situação aumenta as preocupações entre os países ocidentais e grupos de Direitos Humanos.

A tentativa de golpe de Estado, de 15 de julho, acabou com mais de 240 mortos, de acordo com as autoridades turcas.

Depois disso mais de 76.000 funcionários públicos, juízes e membros das forças de segurança foram suspensos e quase 5.000 demitidos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Detido na Alemanha um dos três membros da Fação do Exército Vermelho

Polícia russa prende mais de 100 pessoas em eventos de homenagem a Navalny

Operação para conter onda de violência no Equador faz mais de 350 detenções