EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Global Shapers Survey 2016

Global Shapers Survey 2016
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Os jovens (com menos de 35 anos) na Europa estão divididos quanto à imposição de restrições a expressões de credos religiosos em público do que os da mesma faixa etária em outras partes do…

PUBLICIDADE

Os jovens (com menos de 35 anos) na Europa estão divididos quanto à imposição de restrições a expressões de credos religiosos em público do que os da mesma faixa etária em outras partes do mundo. É uma das conclusões de um inquérito da Global Shapers Annual Survey 2016, levada a cabo pela Global Shapers Community, uma iniciativa do Fórum Económico Mundial.

Este estudo anual procura responder a duas questões: – Como é que os jovens veem o mundo. – O que querem fazer em relação a isso.

Manifestações públicas de credos religiosos

A liberdade de exprimir em público credos religiosos tem sido muito discutida por causa da polémica em torno do ‘burkini’, em França.

O gráfico abaixo detalha a forma como os jovens de diferentes regiões do mundo encaram a questão.

-É no continente americano e na África subsaariana que mais jovens estão contra a imposição de mais restrições às expressões em público de credos religiosos. -Na Europa, (que no inquérito inclui a Turquia e a Rússia) a juventude está mais a favor da imposição de limitações. Perto de 40% dos inquiridos concorda ou concorda veementemente que “não deve haver expressões de credos religiosos nos espaços públicos”. 24,6% dos inquiridos disse ser “neutro” em relação à questão e os restantes defenderam a liberdade de manifestar credos religiosos em espaços públicos. Mas, os resultados são díspares conforme os países. Em Portugal, 24,9% discorda totalmente do enunciado. Já em França, são apenas 9,3% que estão totalmente em desacordo.

Refugiados

O inquérito também quis conhecer a recetividade dos jovens para acolherem refugiados.

-Globalmente, apenas 16,3% dos inquiridos afirmou não querer acolher refugiados no seu país. Mas se entre 66,3% (na Europa) e 91% (na Oceania) afirmou estar disposto a acolher refugiados no seu país, apenas entre 16,4% (na Europa) e 44,2% (na Oceania) disse estar disposto a receber refugiados em casa.

Política

- Em todas as regiões do mundo, o que mais preocupa os jovens é a corrupção e os abusos de poder

Sobre o inquérito

Foram validadas 20.079 respostas de jovens de 181 países, incluindo de membros da Global Shapers Community.

Os inquiridos foram distribuídos por quatro faixas etárias: 18-21; 22-26; 27-30 e 31-35 anos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Comissão de Veneza pede revogação de lei polémica na Geórgia

Eleições europeias: O que é que os eleitores querem e o que é que os candidatos prometem?

Partido dos Finlandeses expulsa deputado por alegado envolvimento num tiroteio