Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Terramoto em Itália: A "réplica" do Charlie Hebdo

Terramoto em Itália: A "réplica" do Charlie Hebdo
Tamanho do texto Aa Aa

O jornal humorístico francês Charlie Hebdo não faz rir os italianos.

Várias personalidades do país declararam nos últimos dias a sua indignação face a uma caricatura do jornal que compara as vítimas do terramoto no centro de Itália a pratos de “pasta”, sob a legenda, “terramoto à italiana”.

Entre as personalidades mais indignadas encontra-se o presidente da Câmara de Amatrice, uma das localidades mais afetadas pelo sismo.

“Trata-se de uma ofensa a todos os italianos que escreveram ‘Je suis…’ e não quero acabar a frase para não fazer publicidade a estas coisas negativas. Há uma diferença entre isto e sátira, não se dever fazer sátira com uma tragédia que atingiu toda uma nação e o mundo inteiro. Penso que é muito feio e se é uma forma de chamar a atenção é uma porcaria que fala por si própria”, afirmou Sergio Perozzi.

Face a uma vaga de indignação sob o lema, ‘eu não sou Charlie’, o jornal respondeu à polémica com uma nova caricatura.

No novo desenho o jornal afirma, com uma legenda: “Não foi o Charlie Hebdo que construiu as vossas casas mas a Mafia”, em referência aos diversos escândalos de corrupção e desvio de fundos que mancharam no passado a reconstrução de zonas sinistradas por terramotos em Itália.