Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Coreia do Norte: Novo teste nuclear preocupa ocidente

Coreia do Norte: Novo teste nuclear preocupa ocidente
Tamanho do texto Aa Aa

Quem semeia ventos, colhe tempestades e a Coreia do Norte prepara-se para receber mais uma vaga de sanções da ONU.

Isso mesmo pede Barack Obama, após o mais recente teste nuclear que Pyongyang garante ter efetuado esta madrugada – o quinto, em 10 anos.

A Coreia do Norte afirma que este é o teste mais potente alguma vez realizado pelo regime comunista.

Para os países da região e o ocidente, é mais um motivo de inquietação, como assume o secretário de Estado norte-americano: “A China, a Rússia, os Estados Unidos… todos partilhamos a mesma preocupação e ainda estamos a tentar averiguar o que realmente ocorreu. E a dado momento, vamos discutir isto no Conselho de Segurança da ONU – tenho a certeza.”

As palavras de John Kerry têm eco nas do chefe da Diplomacia russa, Serguei Lavrov: “Estamos muito preocupados e – repetimos – as resoluções do Conselho de Segurança têm de se implementadas.”

Desde o primeiro teste nuclear, em 2006, o conselho de segurança da ONU já decretou cinco vagas de sanções conta Pyongyang. Uma nova pode surgir esta sexta-feira, após a reunião de emergência pedida pela Coreia do Sul, Japão e Estados Unidos.