EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Neverov: "A Rússia Unida vai trabalhar com todos os partidos"

Neverov: "A Rússia Unida vai trabalhar com todos os partidos"
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Dois partidos sem representação parlamentar – o nacionalista Rodina e o liberal Plataforma Cidadão – conseguiram eleger um deputado nas legislativas russas.

PUBLICIDADE

Dois partidos sem representação parlamentar – o nacionalista Rodina e o liberal Plataforma Cidadão – conseguiram eleger um deputado nas legislativas russas. Um escrutínio marcado pela fraca afluência às urnas onde a formação Rússia Unida de Vladimir Putin conquistou a maioria absoluta.

“Vimos nestas eleições de que forma as pessoas votaram. Vimos que os programas eleitorais e as propostas apresentados foram bem recebidas pelos eleitores e estamos gratos por isso” refere Sergei Neverov, Secretário do Conselho Geral do Partido Rússia Unida.

Um candidato independente, em representação da República russa da Adiguésia, no Cáucaso Norte, também, conseguiu chegar à Câmara dos Deputados.

“Vamos ter um novo Parlamento, novas fações e vamos ver uma nova Rússia Unida que vai trabalhar com todos os partidos políticos representados na Duma. Nós vamos, definitivamente, trabalhar com esses elementos independentes do Parlamento que não tiveram apoio dos partidos em geral. Os membros do Parlamento têm o mesmo estatuto e vamos trabalhar com todos da mesma maneira. Os problemas e iniciativas apresentados aquando da eleição vão ser discutidos, abordados e transformados. Vamos trabalhar com todas as pessoas” conclui Neverov.

Elections in Russia #Dagestanpic.twitter.com/sdMyP7raGc

— Russian Market (@russian_market) September 18, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tribunal Penal Internacional emite mandado de captura contra altos funcionários russos

Líder do Grupo Wagner desafiou o Kremlin há um ano

Putin vai visitar a Coreia do Norte esta semana