Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

EUA: surpreendidos, vizinhos de suspeito de atentados destacam ruído

EUA: surpreendidos, vizinhos de suspeito de atentados destacam ruído
Tamanho do texto Aa Aa

Estupor é o sentimento dominante entre os residentes do bairro popular de Elizabeth, em Nova Jérsia, onde vivia e trabalhava o suspeito dos atentados de sábado em Manhattan e Seaside Park.

Um amigo de infância de Ahmad Rahami lembra-se de alguém “amável, calmo, que não criava problemas e que oferecia comida gratuitamente”. Flee Jones diz que “é um choque ver tudo o que se passou” e acrescenta que “a única mudança” que tinha observado em Rahami é que ele se tinha tornado “mais maduro e mais religioso”.

As autoridades locais de Elizabeth não tinham qualquer razão para suspeitar de Rahami e destacam apenas uma intervenção ocasional, para obrigar o restaurante da família do suspeito a fechar às dez horas da noite, no seguimento de queixas de barulho tardio.

Uma vizinha diz que via familiares de Rahami “todos os dias” e que lhe pareciam “pessoas completamente normais”. Mas outra acrescenta que “ao fim do dia”, havia quem se queixasse de que “eram turbulentos” e que faziam “barulho”.

Uma outra confirma que havia ruído “às vezes às 3 da manhã, ou mais tarde”. E diz que para ela, lhe parecia “demasiado”, acrescentando que “não era a única” a queixar-se.