EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

FIFA não perdoa cânticos homofóbicos

FIFA não perdoa cânticos homofóbicos
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Chile impedido de utilizar Estádio Nacional de Santiago devido ao mau comportamento dos adeptos

PUBLICIDADE

O Chile venceu as duas últimas edições da Copa América mas está em sérias dificuldades no apuramento para o Campeonato do Mundo de 2018. A tarefa dos chilenos complicou-se ainda mais, uma vez que não poderão o Estádio Nacional de Santiago no próximo encontro. O recinto foi interditado pela FIFA na sequência de cânticos homofóbicos por parte dos adeptos chilenos.

Sebastián Moreno, secretário-geral da Associação Nacional de Futebol Profissional do Chile, garante que os cânticos em questão tiveram origem num setor muito específico de adeptos e que têm vindo a verificar-se cada vez menos. Ainda assim admite que violam as regulamentações da FIFA mas que mais importante que reprimir os adeptos, é educá-los.

A FIFA não está para brincadeiras e multou ainda Honduras, El Salvador, México, Canadá, Chile, Brasil, Argentina, Paraguai, Peru, Itália e Albânia pelo mau comportamento dos espetadores. No caso do Chile, a mão foi mais pesada por serem reincidentes.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Londres: Casal agredido passa mensagem contra "populismos de direita"

Futebolista australiano assume homossexualidade

Homofobia obriga à interrupção do jogo Nice-Marselha