EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Rússia suspende acordo de cooperação de energia e nuclear com Estados Unidos

Rússia suspende acordo de cooperação de energia e nuclear com Estados Unidos
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Dois dias depois de o Kremlin ter arquivado um pacto sobre uso de plutónio com Washington, a Rússia anunciou esta quarta feira a suspensão de um acordo com os Estados Unidos para pesquisa referente a

PUBLICIDADE

Dois dias depois de o Kremlin ter arquivado um pacto sobre uso de plutónio com Washington, a Rússia anunciou esta quarta feira a suspensão de um acordo com os Estados Unidos para pesquisa referente a energia nuclear.

#Russia suspends #nuclear agreement, ends uranium research pact with United States https://t.co/SZIEZmn7g9

— Stephanie Nebehay (@StephNebehay) October 5, 2016

É a reação do governo russo às sanções americanas decretadas no seguimento da crise na Ucrânia.

Sergei Novikov, porta voz da agência russa de energia nuclear Rosatom, declarou: “O trabalho sob este acordo nunca chegou a começar, porque no início de 2014, como sabemos, houve uma crise nas relações bilaterais, a introdução de sanções e depois o departamento de Estado dos Estados Unidos informou no seu website que não tem intenção de desenvolver esse tipo de cooperação. De facto, este era um tratado dormente, que nunca se activou.”

As relações entre os dois países estão marcadas por forte tensão com a decisão dos Estados Unidos de suspender as conversações com Moscovo, esta segunda feira, sobre um cessar fogo na Síria, no seguimento da destruição total do maior hospital do setor rebelde de Alepo num bombardeamento aéreo.

O Departamento de Estado americano reagiu dizendo que, se se confirmar, os Estados Unidos lamentam a decisão unilateral russa de suspender cooperação em pesquisa nuclear.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia suspende "pacto plutónio" e relança clima de guerra fria

Relatório revela nova corrida às armas nucleares nos EUA e Rússia

Kremlin anuncia exercícios com armas nucleares táticas após "comentários provocatórios" do ocidente