Última hora

Última hora

Prémios Princesa das Astúrias entregues em Oviedo

Prémios Princesa das Astúrias entregues em Oviedo
Tamanho do texto Aa Aa

Numa cerimónia presidida pelos reis de Espanha, foram entregues, esta sexta-feira, os Prémios Princesa das Astúrias. Os galardoados das mais diversas áreas marcaram presença no Teatro Campoamor, na cidade de Oviedo, em Espanha.

Nuria Espert, atriz espanhola de cinema, teatro e televisão foi das primeiras a receber o prémio, neste caso, das Artes. Destaque também para o norte-americano Hugh Herr, o vencedor do Prémio Princesa das Astúrias de Investigação Científica e Técnica 2016.
O fotógrafo de guerra norte-americano, James Nachtwey, foi distinguido com o galardão para a Comunicação e Humanidades.

O escritor, também dos Estados Unidos, Richard Ford recebeu o Prémio de Literatura.
“Nós os escritores percebemos sempre o extraordinário do que pode acontecer. É algo que sabemos porque nos deparamos com isso a cada dia, em cada página. Ortega e Gasset escreveu, e isto é um comentário icónico, que “ a vida é-nos dada vazia. A simples existência tornar-se numa tarefa poética”. Receber a vida vazia é o mesmo que dizer que qualquer coisa pode acontecer”, explicou Ford no discurso de consagração.

Os vencedores dos 8 prémios receberam, para além dos galardões, no valor de 50 mil euros e uma reprodução de uma escultura de Joan Miró. Estes prémios Príncipe e Princesa das Astúrias são atribuidos desde 1981 pelos herdeiros do trono de Espanha e reconhecem pessoas ou organizações de todo o mundo pelo trabalho feito nas artes, desporto, ciência e ajuda humanitária.