Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Tailândia pede à Google bloqueio de conteúdos ofensivos para a monarquia

Tailândia pede à Google bloqueio de conteúdos ofensivos para a monarquia
Tamanho do texto Aa Aa

A Tailândia pede ajuda à Google para bloquear publicações consideradas ofensivos para a monarquia local no motor de busca e no Youtube, anunciou o vice-primeiro-ministro tailandês, Prajin Juntong, que se encontrou com responsáveis da empresa para

O luto nacional de um ano decretado na Tailândia em homenagem ao falecido rei Bhumibol Adulyadej, começa a alterar o quotidiano dos tailandeses. Canais de televisão não podem passar programas de entretenimento, muitos restaurantes fecharam, os funcionários públicos são obrigados a vestir roupa preta, e o luto chega à internet.

As ofensas à monarquia são punidas no país com penas de 3 a 15 anos de prisão.

A Google já tinha mudado para preto a cor da página principal do motor de busca, em memória do rei.

Na semana passada, uma mulher de 43 anos, Umaporn Sarasat, foi obrigada a ajoelhar diante de um retrato de Bhumibol Adulyadej, na esquadra da polícia em Bophut, na ilha de Samui, diante de uma multidão que a vaiava.