Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Espanha com governo à vista, Rajoy grato ao PSOE

Espanha com governo à vista, Rajoy grato ao PSOE
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de dez meses de bloqueio político em Espanha, o conservador Mariano Rajoy deverá voltar a ser o primeiro-ministro.

Graças à abstenção prometida pelos socialistas-democratas do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), Rajoy pode agora contar com apoio suficiente no parlamento, onde tem os 137 votos do seu Partido Popular e os 32 dos liberais de Ciudadanos.

Rajoy acolheu com agrado a decisão do PSOE. O comité federal do partido decidiu no domingo por 139 votos contra 96 deixar o caminho livre a Rajoy, para evitar a dissolução do parlamento e a convocação das terceiras eleições legislativas no espaço de um ano.

A decisão custou ao principal partido da oposição divisões internas entre a federação da Catalunha, contrária ao compromisso com os conservadores, e a federação da Andaluzia, favorável à abstenção, a fação que empurrou o ex-líder Pedro Sanchez à demissão no início de outubro. O novo secret´rio-geral será eleito no início do ano.

O rei Felipe começou esta segunda-feira a ronda de consultas com os líderes parlamentares, antes de confiar a Rajoy a formação de um novo executivo que ponha fim à crise de dez meses. A votação decisiva no Congresso está prevista para sábado.