EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Rajoy aceita convite do Rei para formar governo

Rajoy aceita convite do Rei para formar governo
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Estão quebrados os 10 meses de impasse político em Espanha.

PUBLICIDADE

Estão quebrados os 10 meses de impasse político em Espanha.

Como se esperava, foi positiva a resposta de Mariano Rajoy ao convite do rei para formar governo.

Mas o fim da crise apenas será oficial quando o partido socialista se abstiver, como prometido, na consequente moção de confiança que deverá acontecer ainda esta semana.

O desafio agora é governar em minoria.

“Não há acordo entre o Partido Popular e o Partido Socialista, existe uma decisão que o Partido Socialista adotou, de abster-se e favorecer que Espanha tenha um governo. Estou perfeitamente consciente das dificuldades de governar em minoria. Mas se alguém pensava que o meu partido, ou eu mesmo, pudéssemos cair na tentação de abandonar a responsabilidade com Espanha para jogar com táticas de alianças oportunistas, enganou-se”, declarou o líder do PP.

Depois de afastar a liderança de Pedro Sanchez, o PSOE, agora com uma liderança provisória, decidiu no fim de semana abster-se na votação de investidura de Rajoy.

O governo PP vai então assumir a plenitude das funções, depois de estar em gestão desde 20 de dezembro, data das eleições que foram depois repetidas a 26 de junho, sem resultados práticos.

Uma das questões que se levantam é até quando o governo minoritário de Rajoy vai durar.

#Spain immediate political deadlock loosening, but deep PSOE divisions over allowing PP minority gov suggests #Rajoy won't last full term.

— Robert Ward (@RobertAlanWard) October 24, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Espanha vai ter Governo após 10 meses de indefinição política

Extrema-direita na rua contra amnistia a líderes catalães

Socialista Francina Armengol eleita presidente do Congresso espanhol